23/08/2011

Mauá promove 3ª Conferência Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres
Durante evento, realizado neste sábado, participantes discutiram direitos femininos em áreas como saúde e segurança

 

A Prefeitura de Mauá realizou neste sábado (20/08) a 3ª Conferência Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres. Durante o evento, promovido das 7h30 às 16h, no Teatro Municipal, foram aprovadas propostas que fortalecem direitos femininos em diversas áreas, como saúde, segurança e mercado de trabalho. Estiveram presentes o prefeito Oswaldo Dias, a primeira-dama e secretária de Assistência Social, Celma Dias, o secretário de Governo, José Luiz Cassimiro, e o deputado estadual Donisete Braga. A programação contou ainda com a palestra da advogada e fundadora da União de Mulheres de São Paulo, Maria Amélia de Almeida Teles.

Entre as reivindicações, levantadas em seis pré-conferências ocorridas no Jardim Zaíra, São João, Feital, Vila Mercedes, Centro e Parque das Américas, está a criação de centro de referência e atendimento às mulheres em situação de violência. O plenário também aprovou, entre outras medidas, a descentralização dos serviços prestados no CAPS AD, com equipes itinerantes, e o funcionamento em tempo integral da Delegacia da Mulher, com atendimento humanizado e ouvidoria.
A responsabilidade pela execução das propostas foi dividida segundo as atribuições dos governos municipal, estadual e federal. No decorrer dos debates, o plenário também indicou dez delegadas e dez suplentes, que representarão a cidade na Conferência Estadual, com realização prevista para outubro, em São Paulo.

 

Marco
 

 

A secretária de Assistência Social saudou a intensa atuação das ativistas do movimento no município e classificou o evento como um marco histórico.“Avançamos nessa luta, que é muito importante para que tenhamos uma sociedade mais justa, igualitária e com menos violência”, afirmou Celma Dias.

Para o prefeito, somente com as reivindicações constantes, a sociedade consegue assegurar conquistas. “A luta deve estar sempre presente. Foi dessa forma que surgiu a Lei Maria da Penha (que prevê prisão preventiva em casos de violência contra a mulher) e as cotas na política”, disse Oswaldo. A presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, Joana Fernandes Cavalcante, destacou a mobilização das mauaenses. “Estivemos na Marcha das Margaridas, em Brasília, e somos muito participativas. Precisamos apenas divulgar e sistematizar mais esse trabalho.”
 

 

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Mauá
Secretaria de Comunicação Social
21/08/2011 21:08


Outras Notícias

05/12/2019

Mauá pode ganhar Usina de Recuperação Energética e tem audiência marcada para o dia 12

04/12/2019

Inaugurações e shows gratuitos são parte da programação de aniversário de Mauá

Iniciativas atenderão milhares de pessoas de baixa renda no município

25/11/2019

Prefeitura de Mauá apoia corrida de rua no aniversário da cidade

Ação esportiva em prol da saúde é a terceira no município

05/12/2019

Prefeitura de Mauá reduz em 20% a tarifa de esgoto

Agora a conta passa a ter o mesmo valor da água

05/12/2019

Consulta Pública Sabesp

12/11/2019

Refis para Pessoas Jurídicas

24/10/2019

Prefeitura lança o Regulariza Mauá em novembro

09/10/2019

Com 53 novos ônibus, idade média de frota em Mauá cai para 1,6 ano

Governo também retoma as seis linhas expressas; veículos se somam a 100 coletivos entregues em 2017

08/10/2019

Mauá define os novos conselheiros tutelares

Município registrou mais de 23 mil votos, que elegeram 15 titulares, sendo que seis renovaram o mandato

03/10/2019

Saiba quem são os 15 finalistas do 5º Concurso de Gastronomia de Mauá

Evento promove a alimentação saudável, econômica e sustentável